Inspirar para evoluir e caminhar com uma pegada mais leve

Seridó Geoparque Mundial da UNESCO patrimônio do sertão nordestino

Seridó

O Seridó Geoparque Mundial da UNESCO ou simplesmente Geoparque Seridó é o segundo no Brasil a ser credenciado pela UNESCO na lista de Geoparques Mundiais

Continuando a série de Geoparques Mundiais da UNESCO no Brasil, hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o Geoparque Mundial do Seridó.

Você pode saber mais sobre o Geoparque Mundial do Araripe, primeiro a ser incluindo na lista da UNESCO, neste link.

O Geoparque Seridó foi o segundo no Brasil a ser credenciado pela UNESCO, juntamente com o Geoparque Mundial Caminhos do Cânion do Sul, no mês de abril desse ano.

Um Geoparque Mundial da UNESCO deve demonstrar o patrimônio geológico de relevância internacional.

Além disso, seu propósito consiste em explorar, desenvolver e celebrar as relações entre esse patrimônio geológico e todos os outros aspectos patrimoniais naturais, culturais e imateriais da área.

Vamos descobrir as atrações e a importância desse geoparque para a humanidade.

Geoparque Seridó

Seridó
Entrada da Sede do Seridó Geoparque Mundial da UNESCO Foto: Silas Manuel – Cortesia Geoparque Seridó

O Seridó Geoparque Mundial da UNESCO, está localizado no semiárido nordestino, região centro-sul do Estado do Rio Grande do Norte, envolvendo totalmente os territórios dos municípios de Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas.

Os seis municípios que compõem o Geoparque Seridó são responsáveis por 32,37% do Produto Interno Bruto (PIB) da Microrregião do Seridó Potiguar, o que representa um valor total superior a 345 milhões de reais movimentados por esses municípios.

O geoparque tem uma área de 2.802 km², distante 180 km da capital potiguar, Natal. A população estimada para os seis municípios em 2020 é de 112.740 habitantes.

Assim como outros geoparques, o Seridó Geoparque Mundial da UNESCO é dividido em geossítios.

No território do Geoparque do Seridó, os geossítios estão localizados nos municípios de Cerro Corá, Lagoa Nova, Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas e Parelhas, indo de norte a sul do território.

Vamos conhecer um pouco mais sobre esses geossítios.

Geossítios em Cerro Corá

Geossítio Cerro Corá
Geossítio Vale Vulcânico em Cerro Corra – Foto: Marcos Nascimento – Cortesia do Geoparque Seridó

O município de Cerro Corá é conhecido como a ” Suíça do Seridó”, e fica a 190KM de Natal.

Dentre as principais econômicas destacam-se a agricultura, comércio, funcionalismo público, energia eólica, pecuária, fábricas de confecção, produção de mel de abelha e fabricação artesanal de goma de casas de farinha.

Ainda, a região tem incidências minerais de Tungstênio, Berilo, Caulim, Água Marinha, Nióbio e Tântalo.

No município estão localizados os geossítios Serra Verde, Cruzeiro de Cerro Corá, Nascente do Rio Potengi e Vale Vulcânico.

Geossítios em Lagoa Nova

Seridó
Geossítio Tanque dos Poscianos em Lagoa Nova – Foto: Matheus Lisboa – Cortesia do Geoparque Seridó

Lagoa Nova está localizado a 156 km de Natal seguindo pela RN-203, passando por Cerro Corá e 198 km. A população é de 13.990 habitantes, dos quais, aproximadamente, metade vive na zona rural.

O município conta com diversas atrações turísticas, e uma estrutura simples de pousadas.

O Rio Cafuca que corta a cidade, possuí trilhas que podem ser percorridas com o acompanhamento de um guia.

Dentre as atrações estão também os Geossítios Mirante de Santa Rita e Tanque dos Poscianos.

Geossítios em Currais Novos

Tororó
Geossítio Pico do Tororó em Currais Novos – Foto: Matheus Lisboa – Cortesia do Geoparque Seridó

Currais Novos, ou Currais como é popularmente conhecido, é o nono município mais populoso do Estado do Rio Grande do Norte.

Localiza-se na região do Seridó, junto à divisa com o estado da Paraíba, a 172 km da capital estadual, Natal.

De acordo com a estimativa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano de 2021 sua população era estimada em 45.022 habitantes.

Seu símbolo turístico é a estátua “Cristo-Rei”, réplica fiel, mas em menor proporção, da estátua do Cristo Redentor, que foi trazida da França e doada por Cel. Manoel Salustino em 1937.

Além disso, a cidade destaca-se pelo Carnaxelita, maior micareta do interior do estado e que notadamente atrai turistas de várias partes do interior nordestino, bem como a Festa de Sant’Ana uma das maiores e mais tradicionais festas religiosas do estado.

Em Currais, ficam localizados os Geossítios de Lagoa do Santo, Pico do Tororó, Morro do Cruzeiro, Mina Brejuí e Cânions dos Apertados.

Geossítios em Acari

Seridó
Geossítio Açude Galheiras em Acari – Foto: Marcos Nascimento – Cortesia Geoparque Seridó

Acari é um município com uma área de 608,466km², localizado a 217 quilômetros da capítal, Rio Grande do Norte.

Sua população em 2021 foi estimada em 11.106 habitantes. Já foi considerada uma das cidades mais limpas do Brasil.

Os solos de Acari são rasos e pedregosos e, portanto, pouco desenvolvidos, e por serem pouco profundos, são cobertos pela vegetação do bioma Caatinga, sem folhas na estação seca, com espécies de pequeno porte, dentre as quais o facheiro, a jurema-preta, a macambira, o mandacaru e o xique-xique.

“Acari” é um sinônimo de cascudo, um tipo de peixe (Acará), encontrado no riacho Acari.

Aí ficam localizados os Geossítios do Açude Gargalheiras, Poço do Arroz, Cruzeiro do Acari e Marmitas do Rio Carnaúba.

Geossítios em Carnaúba dos Dantas

Carnaúba
Geossítio Serra da Rajada em Carnaúba do Dantas – Foto: Marcos Nascimento – Cortesia do Geoparque Seridó

Carnaúba do Dantas é uma pequena cidade com um território de 245km² e apenas cerca de 7429 habitantes.

É conhecida regionalmente pela peregrinação ao Monte do Galo e pela existência de sítios arqueológicos.

Conta com uma área de conservação existe a Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPRN Sernativo – criada pela Portaria Federal n° 1922 de 5 de junho de 1996.

A reserva tem o objetivo de ordenar o uso e proteger o ecossistema da Caatinga, com área de 378,5 hectares com reserva legal de 75,7 hectares.

Carnaúba do Dantas abriga os Geossítios Serra da Rajada, Monte do Galo, Xiquexique e Cachoeira dos Fundões.

Geossítios em Parelhas

Mirador
Geossítio Mirador em Palheras – Foto: Marcos Nascimento – Cortesia Geoparque Seridó

Parelhas se estende por 513,1 km² e estima-se que sua população seja de 21.477 habitantes. Vizinho dos municípios de Santana do Seridó, Jardim do Seridó e Carnaúba dos Dantas, a cidade está situada a 50 km a Sul-Oeste de Currais Novos, a maior cidade nos arredores.

Parelhas também conta com diversas atrações turísticas, entre elas a barragem do Boqueirão e as serras da Arreia, da Coruja, das Gargantas, das Queimadas, do José Elias, Maniçoba, dos Marimbondos e Tibiri. Também se destacam o Sítio Mirador e o Terminal Turístico do Boqueirão.

No município estão localizados os geossítios do Açude Boqueirão e Mirador .

Conheça o Geoparque Seridó

O Seridó Geoparque Mundial da UNESCO está aberto a visitações, com suas particularidades e muita história para contar. Além das trilhas, sítios arqueológicos, e contato com a natureza.

E todo esse patrimônio de riqueza inestimável, está bem aqui, no sertão nordestino, brasileiro com muito orgulho.

Quer conhecer um pouco mais? Visite as redes sociais do Geoparque Seridó:

Site Seridó Geoparque Mundial da UNESCO

Instagram Geoparque Seridó

Facebook Geoparque Seridó

Fonte: Com informações de Dr Marcos Leite – Coordenador Científico do Seridó Geoparque Mundial da UNESCO

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Veja também

Receba GRÁTIS notícias no seu e-mail

Siga-nos nas redes sociais

Últimos artigos