Inspirar para evoluir e caminhar com uma pegada mais leve

Portugal será palco da Conferência dos Oceanos da ONU

vida marinha

2ª Conferência dos Oceanos da ONU acontece em junho, em Lisboa para alinhar metas e ações para preservar a vida marinha

Dos dias 27 de junho a 1 de julho, acontece em Lisboa, a 2ª Conferência dos Oceanos das Nações Unidas.

Liu Zhenmin, subsecretário-geral das Nações Unidas para os Assuntos Económicos e Sociais, será o secretário-geral da Conferência; e Miguel de Serpa Soares, subsecretário-geral para os Assuntos Jurídicos, será o conselheiro especial dos presidentes da Conferência dos Oceanos. O evento é coorganizado pelos governos de Portugal e do Quênia.

A Conferência

vida marinha
A Conferência dos Oceanos acontece em Lisboa – Foto: Reprodução/Pexels

Com o tema ” Salvar os oceanos, proteger nosso futuro”, tem como objetivo apelar aos governantes que ações sejam realizadas para a proteção dos oceanos.

A 2ª Conferência dos Oceanos, de acordo com a ONU, acontece num momento crítico, pois o mundo procura resolver muitos dos problemas profundamente enraizados nas nossas sociedades e evidenciados pela pandemia da covid-19.

Ainda também, a conferência espera despertar nos líderes, o desejo de mobilizarem parcerias e aumentarem o investimento em abordagens científicas e inovadoras, bem como a empregar soluções baseadas na natureza para reverter o declínio na saúde dos oceanos.

Importância dos oceanos

conferência dos oceanos
Os oceanos são os pulmões da Terra – Foto: Reprodução/Pexels

Os oceanos são primordialmente importantes para a existência de vida em nosso planeta.

Além de ser o “pulmão” do Planeta Terra, pois fornece pelo menos 50% do oxigênio que respiramos.

Ainda mais, ocupam cerca de 70% da superfície planetária e são o habitat de cerca de 80% da vida no mundo.

Absorvem 25% de todas as emissões de dióxido de carbono e captam 90% do calor gerado por essas emissões, sendo o grande responsável pelo equilíbrio climático de nosso planeta.

Os oceanos alimentam uma biodiversidade inimaginável, produzem alimentos, empregos, recursos minerais e energéticos necessários para a vida no planeta sobreviver e prosperar. 

Medidas de proteção

conferência dos oceanos
A preservação dos oceanos é vital para o equilíbrio climático – Foto: Reprodução/Pexels

O ODS 14- Proteger a vida marinha, estabelece as metas e ações necessárias para a proteção, preservação bem como para mitigar os impactos das atividades humanas, com efeito nos oceanos.

Todas as ações acabam se voltando para a educação ambiental, e a conscientização de que sem meio ambiente, os seres humanos serão extintos. E isso não é um exagero.

As soluções para um oceano gerido de forma sustentável envolvem, por exemplo, tecnologia verde e usos inovadores dos recursos marinhos.

Ainda também, as ameaças à saúde, à ecologia, à economia e à governação dos oceanos.

Bem como a acidificação, lixo marinho e poluição, pesca ilegal, não declarada e não regulamentada, e a perda de habitats e biodiversidade.

Na 2ª Conferência dos Oceanos da ONU, serão debatidos, por exemplo, o incentivo para aumentar os conhecimentos científicos e desenvolver a capacidade de investigação e transferência de tecnologia marinha;

Bem como melhorar a conservação e a utilização sustentável dos oceanos e dos seus recursos através da implementação do Direito Internacional, tal como refletido na Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, entre outros.

Fonte: ONU News

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Veja também

Receba GRÁTIS notícias no seu e-mail

Siga-nos nas redes sociais

Últimos artigos