Inspirar para evoluir e caminhar com uma pegada mais leve

A Sustentabilidade e sua evolução

a história da sustentabilidade

A palavra Sustentabilidade foi utilizada no sentido de preservação ambiental em 1972

Ao procurarmos sobre a palavra sustentabilidade no dicionário, vemos que ela vem do latim sustentare e significa por exemplo, favorecer, conservar, apoiar, conservar em bom estado, manter, resistir. 

Na história da humanidade, esta palavra passou a ter um outro sentido, a princípio em 1972.

De acordo com as publicações, a sustentabilidade como conhecemos hoje, foi mencionada na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano (Unche) em Estocolmo. 

Sustentabilidade e história

sustentabilidade
A palavra sustentabilidade no conceito de preservação ambiental foi empregada em 1972 – Foto: Reprodução/Pexels

Pela primeira vez a palavra estava associada a um contexto histórico, pois naquele momento se discutia o futuro da humanidade em relação à degradação ambiental e à poluição. 

O termo sustentabilidade no meio político, empresarial, bem como nos meios de comunicação, aparece durante a Agenda 21.

Sendo muito confuso para a sociedade naquela ocasião, o célebre relatório “Nosso Futuro Comum”, de autoria da Comissão Mundial do Meio Ambiente e Desenvolvimento (World Commission on Environment and Development – WCED), instituída pela ONU, tratou de desmistificá-la ao fazer uso do termo “desenvolvimento sustentável”.

Termo esse que significa aquele que atende as necessidades do presente, sem comprometer a habilidade das gerações futuras de atender suas próprias necessidades. 

Sustentabilidade e a humanidade

humanidade
A humanidade passou a se preocupar com seu impacto no meio ambiente – Foto: Reprodução/Pexels

Nesse sentido, não há dúvidas de que se trata de um conceito socioambiental considerando a sua definição e conceito.

Isso porque se trata de um assunto que envolve todo o planeta, considerando não apenas o espaço em si, mas a existência de seres racionais.

Em síntese, pela definição da WCED, o desenvolvimento sustentável implica atender às necessidades das gerações humanas.

Essas necessidades são tanto as atuais, quanto as que estão por vir, num contexto de finitude de recursos. 

Foi em 2020 que o Dr.Christoph Rupprecht, do Instituto de Pesquisas para a Humanidade e a Natureza, em Quioto, no Japão, expandiu a definição feita pelo WCED, atendendo não somente as necessidades humanas, mas também as necessidades não humanas.

Porém, um estudo publicado na revista Global Sustainability, apontou uma contradição, alegando que a gestão de recursos ignora o fato de que o bem-estar e as necessidades de todos os seres vivos são interdependentes, de maneira ecologicamente complexa. 

Acadêmicos indígenas e percepções cibernéticas reforçaram os estudos sobre a relação afetiva do ser humano com os animais e essas pesquisas foram o suficiente para elaborar um conjunto de seis princípios e um novo conceito de sustentabilidade.

Assim sendo, definido de maneira a atender às necessidades interdependentes dos seres vivos, ao mesmo tempo que aumenta a capacidade das gerações futuras de todas as espécies de atender às suas próprias necessidades.

Por ter um conceito relacionado à vida em vários âmbitos, é correto considerar que a sustentabilidade seja algo sistêmico. 

Sustentabilidade e empresas

empresas
As empresas precisavam ter responsabilidade social nesse novo cenário – Foto: Reprodução/Pexels

Nas empresas, a palavra ganha um outro conceito, mas num contexto de responsabilidade social corporativa e ecoeficiência. Neste sentido, a sustentabilidade é um processo de conciliação gradativa de questões ambientais, sociais e econômicas no âmbito da companhia. 

A ideia Tripple Bottom Line, de autoria do empresário norte-americano John Elkington, é vista como um modelo de avaliação para um negócio bem-sucedido. Com um viés socioambiental, possui como critério três dimensões: econômico, social e ambiental. 

As organizações passam a ter uma responsabilidade com a sociedade de forma interna e externa, adotando valores sociais e ambientais, contribuindo para o meio ambiente e ao mesmo tempo, gerando lucros. 

Sustentabilidade e impactos ambientais

a sustentabilidade
Hoje a sustentabilidade faz parte do dia-a-dia das empresas e organizações – Foto: Reprodução/Pexels

A sustentabilidade passou a ser um tema central de forma gradativa.

Os desastres ambientais e a grande repercussão da mídia nos eventos que abordam a sustentabilidade, geraram grandes impactos na vida das pessoas.

Esses impactos fizeram com que elas repensassem certos hábitos. 

Nos dias atuais, é muito difícil ou quase impossível encontrar alguém que não saiba o que vem a ser a sustentabilidade.

A sustentabilidade hoje, é parte do dia-a-dia de empresas e organizações, e consequentemente nos dos cidadãos. 

Por: Marco Antonio Monti Penna – Gestor Ambiental 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Veja também

Receba GRÁTIS notícias no seu e-mail

Siga-nos nas redes sociais

Últimos artigos